Twitter

Nós e amarras

 

NÓS

Nó/Amarra Nó Direito  

Este
é um nó de utilidade geral, muito usado para unir cabos, amarrar
ataduras, etc… Não deve ser usado em situações perigosas ou que
exijam confiança no nó.

 

Nó/Amarra Nó Direito Alceado
 

Como o Nó Direito simples é utilizado para unir dois cabos da mesma
espessura, porém possuí uma alça que desata o nó quando puxada.
Geralmente é usado quando o nó direito não é permanente e precisará
ser desfeito mais tarde.

Nó/Amarra Nó de Escota  

Serve
para emendar cabos de diâmetro iguais, diferentes ou para prender um cabo
numa alça. É um nó rápido e simples, muito utilizado.

 

Nó/Amarra Nó de Escota Alceado  

Mesma utilidade do escota, só que mais fácil de desatar. é muito
utilizado para prender bandeiras na adriça.

 

Nó/Amarra Nó de Correr
 

Serve para fazer uma alça corrediça em uma corda.

Nó/Amarra Nó em Oito  

Utiliza-se para evitar o desfiamento da ponta de uma corda. Utilizado
também por montanhistas para unir duas cordas (nó em oito duplo).

 

Nó/Amarra Volta da Ribeira  


Sua
função é prender um cabo a um tronco, vara etc… Quanto mais se puxa o
cabo mais o nó aperta, ideal para evitar que a peça deslize pelo nó.

 

Nó/Amarra Volta do Fiel  


Muito utilizado para fixar um cabo a alguma coisa, pode ser uma árvore,
estaca, mosquetão etc… Pode ser feito na ponta da corda ou no meio.

inicial ou final de amarras. Não corre lateralmente e suporta bem a
tensão.

 

Nó/Amarra Volta do Fiel Duplo
 

Utilizado para amarrar cabos de retenção e espias.

Nó/Amarra Catau  

Utiliza-se para reduzir o comprimento de uma corda sem cortá-la. Serve
também para isolar alguma parte danificada da corda, sem deixá-la sob
tensão.

 

Nó/Amarra Nó Aselha  

é utilizado para fazer uma alça fixa no meio de um cabo.

 

Nó/Amarra Nó de Arnez
 

é utilizado para fazer uma alça fixa no meio de uma corda (sem
utilizar as pontas).

Nó/Amarra Balso pelo Seio  

Serve para fazer duas alças fixas do mesmo tamanho em uma corda.

 

Nó/Amarra Fateixa  

Serve para prender um cabo a uma argola.

 

Nó/Amarra Lais de Guia
 

Utilizado para fazer uma alça fixa (e bastante segura) tendo em mãos
apenas uma ponta da corda.Também u
tilizado
para  salvamento ou

encordamento. Nó

bastante confiável,

ainda mais se feito

duplo.

Nó/Amarra Nó de Pescador  

Utilizado para unir linhas de pesca, cordas corrediças, delgadas, rígidas,
cabos metálicos e até cabos de couro.

 

Nó/Amarra Volta Redonda com Cotes  

Utilizado para prender uma corda a um bastão.

 

Nó/Amarra Volta do Salteador
 

Utilizado para prender uma corda a um bastão, com uma ponta fixa e
outra que quando puxada desata o nó.

Nó/Amarra Moringa  

O Nó de Moringa é utilizado para amarrar um cabo em um gargalo de
garrafa ou jarro. é seguro e resistente.

 

Nó/Amarra Nó de Frade  

Este Nó é usado para criar um tensor na corda. Pode servir para parar
uma roldana ou auxiliar na subida de uma corda como nó de apoio. Também
pode ser usado para a transmissão de código morse.

 

Nó/Amarra Enfardador
 

O Nó Enfardador permite ser sempre ajustado quando é necessário
manter uma corda ou cabo sempre esticado. Numa falsa baiana, por
exemplo, ao receber muito peso o cabo afrouxa, com este nó é possível
estica-lo novamente com firmeza ser desfazer completamente o nó.

Nó/Amarra Cadeira de Bombeiro  

é um nó simples e rápido de atar quando se precisa subir ou descer
uma pessoa de uma árvore, barranco ou outro ponto. é seguro, porém
mais utilizado em caso de emergência ou quando a altura não oferece
grandes riscos. Para estes casos, existem cadeiras mais elaboradas e
seguras.

Nó/Amarra Falcaça  

A falcaça é feita na ponta de um cabo evitando que ele comece a
desmanchar com o uso e o tempo. Pode ser feita com linha grossa.

AMARRAS
Nó/Amarra Amarra Diagonal  

Serve para aproximar e unir duas varas que se encontram formando um ângulo
agudo. é menos usada que a Amarra Quadrada, mas é muito utilizada na
construção de cavaletes de ponte, pórticos etc. Para começar usa-se
a Volta da Ribeira apertando fortemente as duas peças, dão-se três
voltas redondas em torno das varas no sentido dos ângulos, e em
seguida, mais três voltas no sentido dos ângulos suplementares,
arrematando-se com um anel de duas ou três voltas entre as peças
(enforcamento) e uma Volta de Fiel para encerrar. Pode-se também
encerrar unido a ponta final a inicial com um nó direito.

Nó/Amarra Amarra Quadrada  

é usada para unir dois troncos ou varas mais ou menos em ângulo reto.
O cabo deve medir aproximadamente setenta vezes o diâmetro da peça
mais grossa. Começa-se com uma Volta de Fiel bem firme ou uma Volta da
Ribeira. A ponta que sobre desse nó, deve ser torcida com o cabo para
maior segurança ou utilizada para terminar a amarra unindo-se a ponta
final com um nó direito. As toras ou varas são rodeadas por três
voltas completas redondas entre as peças (enforcamento) concluindo-se
com a Volta do Fiel na vara oposta ao que se deu o nó de início ou com
o nó direito na extremidade inicial.

Nó/Amarra Amarra de Tripé  

Esta amarra é usada para a construção de Tripés em acampamentos,
afim de segurar lampiões ou servir como suporte para qualquer outro
fim. A amarra de tripé é feita iniciando com uma volta da ribeira e
passando alternadamente por cima e por baixo de cada uma das três
varas, que devem estar colocadas lado a lado com uma pequena distância
entre elas. A vara do meio deve estar colocada bem acima, afim de
amarrar a sua extremidade inferior à extremidade superior das outras
duas ao lado. Não é necessário o enforcamento nesta amarra, pois ao
ajustar o tripé girando a vara do meio a amarra já sofre o
“enforcamento” sendo suficientemente presa. Entretanto, em
alguns casos o enforcamento pode ser feito, passando voltas entre as
varas e finalizando com uma volta do fiel ou nó direito preso a
extremidade inicial.

Nó/Amarra Amarra Paralela
 

Serve para unir duas varas colocadas paralelamente. Pode ser usada para
apoiar ou até sustentar o outro bambu. Faz-se uma argola e dá-se
voltas sobre ela e as duas varas como se estivesse falcaçando,
terminando, também como uma falcaça, passando a ponta do cabo pela
argola e puxando a outra extremidade para apertar. Finaliza-se com um nó
direito unindo as duas extremidades.

Bacury nas redes sociais:

Facebook Youtube Youtube
Site hospedado por:
Telium Networks





buy prozac uk